quinta-feira, 14 de setembro de 2006

tempus às avessas

Nem só a beleza está nos olhos de quem a vê! Também o Tempus é fruto da disponibilidade e animus com que se gere. Nunca nos esqueçamos que temos a ego-tendência de canalisarmos para os outros as nossas desavenças connosco próprios, comprometendo amizades e actividades que fazem de nós seres com história...mas que história? Que seja história de energias positivas e de alegria para que não nos queimemos com a candeias às avessas.

2 comentários:

Anónimo disse...

"Nao vemos as coisas como sao: vemos as coisas como somos!" que consigamos separar as nossas desavenças e não as transmitirmos negativamente para a convivência e vivências com os outros. Conseguir sempre pormo -nos no lugar do outro e pensar de maneira diferente da nossa .... assim seremos mais ricos Beijinhos Luisa

FR disse...

Parece-me que a ego-tendência de que falas vem, principalmente, acompanhada do ego-centrismo e com a falta de coragem que as pessoas têm em pedir desculpa quando erram e se apercebem disso, principalmente quando se têm de dirigir a uma criança...
Espero que nunca te falte "Tempus" nem "Animus" !
:)
FR